Crónica da Semana: Não Gosto de ti!!!

Não me lembro de o meu filho mais velho dizer essa frase, nem mesmo quando "ralhava" com ele, depois, com a chegada do irmão e a mudança de casa...a entrada no infantário, o deixar a fralda e o começar a ver televisão a sério...as coisas mudaram um pouco.


A primeira vez que ouvi "Não Gosto de ti." ou o "És má." fizeram-me ficar absolutamente petrificada...com uma mágoa e dor profunda...uma vontade de chorar e pensei...falhei mesmo, onde?

Mas segundo os Especialistas, mais cedo ou mais tarde, quase todos os pais acabam por ouvir estas palavras, ou estas frases...embora seja um pouco penoso, a sua criança pode estar no estádio de desenvolvimento, naquela fase da luta para se exprimir.
No fundo é um "estou zangada" e é uma forma mais avançada face ao bater, morder ou dar pontapés...
E garanto-lhe que ela a vai colocar à prova muito mais vezes, até perceber o seu limite.
Ela pode ficar zangada, sim é natural...mas mostre que ela não pode ser rude ou desagradável!

Dicas para "enfrentar o terrível" Não Gosto de ti


Quando o seu filho grita...não grite com ele...é mais forte eu sei...mas tente...
Ignore as palavras ou a frase, ele vai perceber que não vai resultar consigo.
Mude de assunto.
Reconheça este sentimento do seu filho...explique que não se deve odiar ninguém, autorize-o a explicar porque o disse e o que sente.
Utilize um discurso na primeira pessoa. Tipo, fiquei triste contigo...
Explique ao seu filho que não tolera essa linguagem, que existem outras formas de se expressar...qualquer coisa como, prefiro que digas que estás zangado comigo!
Tranquilize o seu filho e diga que o ama, nessas alturas.
Arranje uma "fantasia" para o seu filho...como ele gostaria que as coisas fossem e prometa que tentaram fazer se for possível isso que combinaram.
Responda mais vezes sim, assim que ou espera um pouco...em vez do Não.
Elogie a sua criança assim que ela tiver cooperado numa situação negativa.

Pense sobretudo que ao responder mal, gritar e ralhar desalmadamente fará com que perca o controle da situação e estará numa espiral de luta de poderes, falar é fácil...eu sei...lembre-se estamos no mesmo barco!!!

Vigie sintomas e ignore se este estiver: cansado, adormecido, aborrecido, confuso...

Faço principalmente isto com o meu filho " gostavas que a mãe ou as pessoas te dissessem que não gostavam de ti?", costuma resultar, pára a frase...mas não a birra...isso é outra história...
Tudo isto vai depender da idade do seu filho é claro. O meu tem 6 anos...o de 4 já vai percebendo que isso magoa.

Tem é que perceber que o seu filho gosta de si...não gosta é dos limites colocados, fazendo com que se exprima desta forma.

O seu filho já falou assim consigo? Como lidou com a situação?
Envie-me o seu testemunho para Blog.srp@gmail.com

Siga a Profissão Mãe nas Redes Sociais

Icon IconIconFollow Me on Pintereststumbleupon linkedin

Share this:

CONVERSATION

2 Profissão Mães Comentaram!!!:

  1. Ai que o meu filhote disse-me um dia destes que eu era má e, eu disse-lhe que o amava muito e ele virou-se para mim e disse "Eu também minha mamãzinha linda!"
    Devo dizer que fiquei a pensar nisso...

    ResponderEliminar
  2. Isso acontece-me muitas vezes, fico muito triste :(

    ResponderEliminar

Desabafe o que lhe vai na Alma!