Matou a mãe com dez facadas por ser controladora

Tiago Caselli, de 16 anos, terá assassinado a mãe com mais de dez facadas, na passada terça-feira, por estar ser «controladora» e «exigir demais». Pelo menos, terão sido estas as justificações que deu à polícia (PSP), após a sua detenção, avança o «Correio da Manhã» (CM). O crime aconteceu em Cascais, na moradia onde a família residia.


De acordo com a mesma notícia, o jovem que fará 17 anos no próximo dia 23 de novembro, contou à polícia que discutiu com a mãe, Angélica Caselli, de 46 anos, e que esta chegou a agredi-lo. No entanto, escreve o CM, a Polícia Judiciária, que está a investigar o caso, dúvida desta versão, porque os indícios parecem mostrar que a progenitora foi surpreendida pelo filho.

Os amigos e colegas do jovem estão chocados. «Tivemos um dia normal» contam ao CM. «A mãe era exigentes, mas ele era bom aluno», acrescentam. No dia do crime o jovem terá recebido um trabalho de matemática em que teve 17.

Jogava basquetebol no Estoril Basket Club desde os 12 anos e o treinador descreve-o como «uma joia de menino». A mãe assistia aos treinos e aos jogos, parecia «uma mãe-galinha no bom sentido», conclui Vítor Nogueira, presidente do Estoril Basket Club, em declarações ao CM.

Já segundo o «Jornal de Notícias», após o crime, o adolescente terá tomado banho e, quando foi detido pelas autoridades estava a ouvir música no quarto. Tinha escondido as suas roupas ensanguentadas debaixo do colchão. 

Ainda de acordo com a descrição do crime feia pelo JN, o jovem atacou a mãe com uma navalha e perseguiu a mãe. A mulher ainda terá conseguido gritar e fugir para o jardim. Os vizinhos vieram em socorro, mas já era tarde. O pai ficou em choque quando chegou a casa e teve de ser assistido pelo INEM. 

Também ao JN, os colegas descreverem Tiago como «supercalmo, nada violento e muito bem disposto». Mais uma vez confirmam que a mãe era exigente com ele: «se tinha um 18, ela dizia-lhe que devia ter um 19», contam.

O jovem irá ser julgado como um adulto, mas tem como pena máxima prevista, oito anos de prisão, devido à idade.

Ao contrário do que estão a pensar...eu consigo perceber este rapaz(não fiquem em choque sim??)...não consigo dar-lhe razão...mas entendo na perfeição a raiva acumulada e o resto...isso nunca me fez querer dar facadas a ninguém...muito menos na minha Mãe.

Eu tive os meus amigos que muito me ajudavam...mas nem sempre é assim...


E hoje que sou Mãe, sinto-me pior que Mãe galinha...sou uma chata horrível!!!



                                                                   Siga a Profissão Mãe 
                                                                         

Share this:

Comente

0 Profissão Mães Comentaram!!!:

Enviar um comentário

Desabafe o que lhe vai na Alma!