A culpa das Praxes...a culpa de tudo...é sempre dos Outros!



Vocês não vão gostar deste post e temo mesmo que não tenha conseguido passar a mensagem que desejava.
Porque ninguém gosta que se aponte os dedos a quem nos criou...
Porque estou a ver isto com outros olhos...peço que vejam também...


Como é certo e sabido é preciso que a coisa dê para o torto para ser falada...certo?
Pior se a coisa não tivesse dado para o torto...as praxes deviam ser na cabeça de toda a gente uma coisa gira e natural de se aceitar...
Para serem tomadas medidas!!!
Para ver partidos a aproveitarem-se disso...
E a culpa essa ou morre solteira ou então ...bem arranja-se um bode expiatório...
Leio cartas abertas a dux lindas, linchamentos públicos a tudo e todos, até já ouvi virem falar de coisas tipo assim meio nazis e totalitárias nesta coisa da praxe.
Mas ainda não vi ninguém apontar o dedo a quem penso que também tenha muita culpa no cartório...


Mas permitam-me lá que também opine e vos chame a atenção para outras coisas lindas...e se a culpa das praxes fosse nossa também.
Nós pais e mães.
Sim não coloquem o rabinho de fora!
Quantas mães e pais andam para aí inchados com filhos que têm 30 ou 40 anos e são os "Dux"?
Inchados porque parte das associações académicas?
Ou das Tunas?
Quantos pais ou não falam ou têm assuntos Tabu para os filhos?

Afinal o que sabem os pais sobre as praxes?


Vamos voltar atrás no tempo...
Qual o discurso dos nossos pais?
 Vai para a faculdade seres doutor e tal...ou então tens que ser o melhor...(não interessando como se lá chega!!!)
Melhor ainda...não tentes mudar o Mundo!!!Quando começamos a questionar...
(para mim é básico segue a carneirada)

Voltando ao Presente...
Enquanto existir meia dúzia de gente parva (Yes Man) a praxe e tudo o resto vai existir, porque é bem ser Dux, porque tudo se resumo a ter poder sobre os outros...os "senhores do pequeno mundo lá deles" com gente que os idolatra e quer ser como eles.
Basicamente a maiorias vão sempre vencer sobre as minorias (e não falo num sentido politico).
Falo em miúdos que vão sempre querer seguir o que é imposto, o que é impingido, sem questionar...sempre abanar o rabiosque e nós pais a passar a mão na cabeça todos orgulhosos e inchados...

Todos não...atenção...
Gostava de pensar que estou a fazer um bom trabalho, mas não sei...

Por isso a minha mensagem é esta...
A culpa não é só das praxes(como são feitas), ou dos Dux(com status de semi-Deus), das faculdades, dos reitores e dos professores que alinham "na onda".
A culpa é também daqueles 6 rapazes que iam fazer a vida negra a outros porque ia ser fixe, por causa do status de seres mais importantes que os outros na faculdade, porque seguiram a carneirada...
E dos pais...sim ouviram bem dos "coitados" dos pais...

Por isso Pais e Mães a nossa responsabilidade é educar filhos que se questionem, que não se tornem  carneirada (Yes Man)...que estejamos presentes e sempre com muito diálogo(o mais possível).
Explicando que nem tudo o que nos é imposto devemos aceitar, que existem coisas boas e más que nos podem prejudicar a nós e principalmente os outros.

Para não acabarmos num telejornal qualquer, num dia qualquer...a sermos noticia por algo que não nos dignifica a nós, nem à nossa família!


Share this:

CONVERSATION

5 Profissão Mães Comentaram!!!:

  1. Olá, gostei muito deste texto, talvez porque seja das mãe que já se vêm perante coisas semelhantes, mãe de uma adolescente com tendência de "maria vai com as outras" e tenho coragem de admitir isto, o que por si só já vai sendo meio caminho andado para modificar alguma coisa, sim porque não querer ver é simplesmente um acto de cegueira de que nós pais às vezes sofremos.
    Perante um grupo de adolescentes que querem ser os maiores, que podem sempre sair da escola e ir comprar "cenas" (cenas quê? pergunto eu...) que acham que podem usar termos como "se não fores és cortes" e claro a pressão é tanta, que das duas uma, ou os nossos filhos são fortes ou deixam-se ir... sim isto aos 13/14 anos já é assim... com 14 anos já se vêm miúdos alcoolizados aos domingos de madrugada pelas ruas, e perguntas tu se os pais não têm culpa, pois se calhar têm mesmo.
    então e quando nos vemos confrontados com esta nova doença de "ou fazes" ou não existes o que é que nós pais fazemos? Ai tenho pensado e debatido, conversado, explicado, dado exemplos positivos e negativos e cheguei à conclusão de que precisava de ajuda e recorri ao Gabinete de apoio aos pais, alunos e professores, onde encontrei uma enfermeira especializada em questões da adolescência e que pode ajudar quem lá quiser ir. O balanço tem sido positivo, afinal já não somos só nós os pais a insistir nestas coisas está lá alguém "de fora" que também diz que os amigos não fazem chantagem.
    E assim espero sinceramente evitar aparecer num telejornal qualquer... (sorry estiquei-me)

    ResponderEliminar
  2. Como sempre um excelente texto, partilho da sua opinião!

    Ana

    ResponderEliminar
  3. Muito bom ! Tudo o que eu sempre pensei e nunca escrevi! Espectacular! Muito bom !

    ResponderEliminar
  4. Pode ser culpa dos pais sim, mas chega uma altura em que eles têm que confiar nos filhos. Claro está que os filhos pregam-lhe uma finta.
    Só quero acrescentar que não é necessário acabar com a praxe, mas sim com estas ideologias do "ou fazes ou ficas de parte". Na minha escola acontece muito isso.

    ResponderEliminar
  5. Clap! Clap! Clap! Quem fala assim não é gago!!
    Concordo 100%.
    E com toda isto dou por mim a questionar se serie capaz de mostrar à minha filha que não precisa seguir a carneirada para ser aceite, que o maravilhoso da vida é sermos todos diferentes, por dentro e por fora.
    Não quero ser como a mãe deste dux, que lhe passa a mão pela cabeça e não o faz assumir os actos...

    ResponderEliminar

Desabafe o que lhe vai na Alma!