Eu tenho urticária


Eu tenho Urticária, Mães!

A urticária afecta um em cada quatro portugueses, sendo que cerca de um quarto desenvolverá a forma crónica da doença. De acordo com a imunoalergologista Célia Costa esta doença afeta a autoestima de quem dela padece.


A médica, do Hospital de Santa Maria, explicou à agência “Lusa” que, apesar de não existirem dados específicos sobre a população portuguesa, é possível transpor para Portugal os dados conhecidos sobre a população mundial. A urticária crónica grave tem um impacto “significativamente negativo” na qualidade de vida dos doentes, porque afecta a sua imagem devido às lesões na pele que, por vezes, são confundidas com uma doença infecciosa ou contagiosa. O que leva a que os doentes se isolem, porque têm vergonha de se expor aos outros. Os efeitos negativos incluem também a privação do sono ou desordens psicológicas, como depressão e ansiedade.

“Os sintomas (comichão forte e contínua) são irritantes, com agravamento durante a noite, o que interfere na qualidade do sono”, referiu a especialista. O facto de a pessoa não dormir bem tem “repercussões na vida social, na capacidade de concentração, na ‘performance’ laboral e na disponibilidade em estar com os outros”.

in Move Noticias.com


Mais sobre este assunto no site da CUF.


Urticária
O que é que caracteriza a urticária?

Falamos de urticária quando surgem placas ou babas na pele e dão comichão. Podem aparecer em qualquer lugar da pele e ter tamanhos variados. Podem juntar-se e dar origem a babas maiores.
Geralmente cada placa ou baba dura menos de 24horas. Aparecem novas babas quando as anteriores desaparecem e isto pode durar dias ou mais. Habitualmente não dura mais do que 6 semanas.

A urticária é grave?

Geralmente não. Nos casos graves a garganta e a via aérea podem inchar, tornando a respiração e a deglutição difíceis. Nesses casos deve-se recorrer rapidamente ao serviço de urgência.

Quais as causas de urticária?

Reacções alérgicas a alimentos - fruta, leite, ovos, amendoins, avelãs, marisco, picadas de insectos, animais, pólenes, etc
E também Infecções, incluindo gripes, infecções bacterianas e fungicas
Algumas doenças - vasculites, lúpus, doenças tiroideias
Exposição ao sol, ao calor, ao frio ou a agua
Exercício
Stress
Pressão sobre a pele
Contacto com químicos
Coçar a pele
As babas podem aparecer minutos após a exposição ou podem aparecer após mais de 2 horas

Como se trata a urticária?

Nos casos ligeiros e moderados o tratamento mais frequente e um anti histaminico não sedativo. Os anti histamínicos aliviam os sintomas, nomeadamente a comichão.
Outros fármacos que são prescritos incluem Cortisona - por curto tempo.
Outros fármacos para combater a inflamação.

Qual é o prognóstico?

Poucas pessoas desenvolvem urticária crónica - dura mais de 6 semanas. Para a maioria, a urticária dura menos de 6 semanas e não e grave.
No entanto, nalguns casos a urticária pode ser sinal de uma doença interna. Por vezes há inchaço mais profundo chamado angioedema. Se na urticária houver dificuldade em respirar ou deglutir deve/se recorrer de imediato ao serviço de urgência.

Quando suspeitar de Urticária?

Quando manifesta na pele o rápido aparecimento de pápulas avermelhadas, e algumas vezes esbranquiçadas na parte central, acompanhadas de comichão (prurido) ou por vezes de sensação de queimadura, desaparecendo por breves segundos após a sua pressão.
Quando as lesões referidas regridem num período de 24 horas, espontaneamente ou com tratamento, sem deixar pigmentação residual. No entanto, podem recorrer em locais diferentes e ao longo de um período de tempo variável: até 6 semanas (URTICÁRIA AGUDA) ou mais do que 6 semanas (URTICÁRIA CRÓNICA).
Quando manifesta as lesões referidas muito próximo da ingestão de um alimento suspeito ou da toma de um medicamento.
Quando aparecem imediatamente após o contacto da pele com uma substância (ex. alimentos, plantas, medicamentos, cosméticos, químicos, produtos animais) – URTICÁRIA DE CONTACTO.
Quando são desencadeadas após a exposição da pele a factores físicos, como: fricção, pressão, frio, calor, forças vibratórias, luz solar – URTICÁRIAS FÍSICAS.
Quando surgem, tipicamente pequenas, em situações de breve aumento da temperatura corporal (ex. exercício físico, banho quente, stress emocional) – URTICÁRIA COLINÉRGICA.

Quando suspeitar de Angioedema?

Quando manifesto um inchaço (edema) envolvendo as camadas mais profundas da pele, por vezes associado a dor em vez de comichão (prurido), com envolvimento frequente das mucosas e com resolução mais lenta, comparativamente à urticária. O angioedema acompanha frequentemente a urticária.
O angioedema pode manifestar-se sem haver urticária e ser recorrente, podendo em alguns casos ser hereditário, estar associado a uma doença adquirida ou a certos medicamentos.

in Cuf

Neste momento tenho tudo isto descrito acima!
Além de aborrecido, se trabalhasse fora de casa, teria vários problemas com isto no meu local de trabalho! Pois a nivel visual sofre-se um bocadinho!

Desde miúdinha que tenho várias alergias, durante alguns anos fui seguida no hospital Garcia de Orta. Fiquei sem asma ou alergias significativas durante anos. Depois de ser Mãe, tudo voltou e de formas mais graves.

Neste momento estou finalmente a ser seguida no hospital de Santa Maria em Lisboa.
Com o dr. Manuel Barbosa bem como a simpática e querida Drª Maria João Paes tudo de imunoalergologia.

Desde que o meu filho mais novo nasceu e desde que vim para o interior do país as minhas crises aumentaram ao ponto de no ano passado não conseguir usar vestidos, pois tive uma urticária muito forte nas pernas, os meus braços andam sempre com feridas, bem com o peito e as costas.
Tentei todos os produtos (farmácia, supermercado, marcas boas outras nem conhecidas, etc), mas todos...até que numa dessas feiras (não este não é um post pago, tb não vendo banha da cobra, conto apenas o meu caso, podem contar o vosso por email ou na caixa de mensagens, bem como os produtos que usam!) a de Proença-a-Nova, a Mafalda uma leitora que acabou por se tornar numa amiga, apresentou-me os produtos da Branquinha.
E para ser sincera não passo sem eles, mesmo na rotina diária! (sobre isso farei um dia um post)



É claro, eu costumava usar uma das manteigas hidratantes apenas às vezes, embora usa-se os tónicos diariamente, várias vezes ao dia...percebi que faço alergia a vários tecidos, a pulseiras, brincos (ás vezes tenho que lhes dar um banho em alcool para os usar), urticária de contacto, com o aquecimento do corpo e também se sofrer pressão em determinadas posições!

Quando sai da consulta a drª disse que me hidrata-se todos os dias, várias vezes ao dia com um bom creme (deu-me alguns nomes de marcas e acabei por dizer que já tinha experimentado e que preferia colocar estes da branquinha, até prometi levar-lhe um na próxima consulta!)

O que costume colocar na pele agora todos os dias por causa da urticária:



Tonico floral de Esteva da Branquinha - Serve praticamente para tudo (actua como desinfectante e hidratante por causa das suas propriedades) borbulhas muito coçadas, feridas abertas, cortes, herpes labial, picadas de abelha, vespas, melgas.
Basta só passar com um algodão ou cotonete e alivia em segundos!
Ingredientes: água e planta fresca ou seca


Manteiga Hidratante de leite de cabra e lúcia-lima - A minha favorita, o cheiro é muito fresco e a pele fica muito hidratada e cheirosa!


Manteiga Hidratante corporal de Calêndula - Não gosto muito do cheiro desta, esta enquanto hidrata, a calêndula tb cicatriza a pele.
Os ingredientes são (azeite, cera de abelha, água, emulsionante natural, óleo de amêndoas doces, óleo de grainha e essência.



Volto a dizer que não é um post pago, não é uma moda-louca-tipo-agora-não-vou-usar-produtos-de-marcas-só-os-naturais...é uma necessidade!E acima de tudo uma partilha para ajudar outras mães, outras pessoas!


Para já neste momento estou muito melhor. Mas longe de ficar sem urticárias.
Sinto-me sempre uma bezuntada!!!
Uma pequena dica coçar, só com a ponta dos dedos!!!Nada de unhas...


Podem ver mais também aqui neste programa que passou na televisão
Médico de Família - Urticária




                                       Coloca o teu email, para receberes os posts da Mãe!

                                                                        
                                                              Delivered by FeedBurner

Share this:

Comente

0 Profissão Mães Comentaram!!!:

Enviar um comentário

Desabafe o que lhe vai na Alma!