Mãe "morta" cerebralmente deu à Luz Bebé!


Profissão Mães,  este foi um caso único em Portugal em que uma Mãe declarada morta cerebralmente há 15 semanas deu à Luz um bebé!

A comissão de ética bem e os familiares decidiram manter a gravidez apesar de esta ter sido declarada clinicamente morta.
Perder uma vida já é difícil mas perder duas, sendo viável uma delas, seria eticamente reprovável, explica a comissão de ética.

Esta foi a primeira vez, em Portugal, que se prolongou a vida de uma pessoa, morta cerebralmente, por tão longo período de tempo.

                                       

       Coloca o teu email aqui, para receberes verdadeiras pérolas do mundo Materno-infantil...muitas dicas entre outros assuntos que te vão interessar :)


 Delivered by FeedBurner

Share this:

CONVERSATION

2 Profissão Mães Comentaram!!!:

  1. Respostas
    1. sem dúvida Marta...um misto de alegria pq deu à luz mas tristeza pq n tem mãe...

      Eliminar

Desabafe o que lhe vai na Alma!